terça-feira, 25 de julho de 2006

PROGNOSE Nº 1

Eu espero por alguém com um rosto para eu reconhecer com a minha ferida que se mantém mas sustenho-me em pé mesmo com tudo a espedaçar a alma até ao pó tolher-me a esperança e perder-me o homem que sou.)

Sem comentários: