quarta-feira, 22 de novembro de 2006

DOBRAR E DESDOBRAR

Eu catalogo passos. Eu meço os teus e tento ajustar-lhes especificamente os meus. Mas o que de melhor eu faço é mesurar compassos: cronometrei teu tempo só pra sincronizar o meu respiro ao teu, especialmente quando tás dormindo.

Eu temo despertar-te, que é pra não conversarmos. Melhor te ver dormindo e aprender-te mais um bocadinho. Aperfeiçoamento é sempre bem-vindo.

Mas não é bem assim que eu seja exclusivo dessa ciência em detrimento das outras: sou até bem versátil. Vê só, eu caio e nem quebro. Ou até às vezes quebro. Mas aí finjo que é nada de mais. E eu recupero fácil, viste? Ou então faço crer, se quero. Mas é só quando é pra te convencer de que tanto faz.

Convencer, arrazoar, isso é arte. E arte da qual eu domino os ramos. Sei que só eu consigo perder sem nem tentar.

É que... tenta entender, há um erro que é dos tolos cometer e deles eu sou o rei; eu rejeito tudo que é de bom pra ter. E pra te agradar vou me dobrar e desdobrar. Pra te agradar eu vou cair e nem quebrar.

Mark Tindo não sabe se escreveu.

9 comentários:

Claire disse...

Cair e quebrar às vezes é interessante, não no momento exato, mas depois. Quando vemos que as peças se encaixaram melhor.

Como assim "melhor texto nos últimos meses"? Tá dizendo que não gostou dos outros?!
Hunf!

.:: CaiuS ::. disse...

Ije! Morróia que achei no mundo dos blogs. Hoje eu já cliquei em tantos links q nem sei como vim parar aqui. hehehehhehe. Bom, só entrei pra dizer Piu! =p Mas agora acho q vou virar freguês. xauzin!

mind disse...

eh axim, as vezes kebrams outras n, o k interexa eh juntarms smp td e n perder nem1 pedacinho ;)

mr m. disse...

só pra que não fiquem preocupados com a minha higiene mental: eu sou obsessivo, às vezes, mas esse texto não é baseado em fatos reais.

mas é tudo isso mesmo.

Anónimo disse...

que lindo marcos!
eh o mais bonito que vc jah escreveu!
Posso usar?

piu

mr m. disse...

à vontade, precisando..

xiclet disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
xiclet disse...

muito bonito mesmo.
também sou assim meio obcessiva. concordo q é por observação/absorção que compreendemos + o(s) outro(s) e o mundo.
talvez não tenha entendido bem, mas parece que também tenho um pouco desse medo (?). Que se pense q, por cair e magoar, alguém se preocupe, ou pense q não estou à altura de o(s) acompanhar, q não sei mais correr. Verdade que às vezes doi mesmo e nem apetece mas eu também finjo (e bem). Corro o mesmo nem que fique 4 x + cansada e ainda sei sorrir. Também não gosto de tar sozinha.. ¬¬

peço desculpas se entendi mal. tendencia minha a de me espelhar no outros de quem gosto ("se gosto é pq são parte de mim, logo.." ). e sabes.. algum analfabetismo funcional agravado pelo tal egocentrimo autista..
you know..

Gleidson disse...

Eita rapaz q coisa louca é essa? comeu Burger King estragado foi? Eu te disse q a maionese q vc colocou num tava legal, rsrsrs ai deu q no q deu.