domingo, 10 de dezembro de 2006

COISAS QUE EU OUÇO POR AÍ

– Acertei tudo no teste. Só esqueci as vogais.

– Vamos abrir as portas da cidade da esperança.

– Tá aqui, vó: o que eu trouxe pra senhora.
– Eu quero lá esta merda?

– Ele era tão bom pra ela... Só dava nela de vez em quando.

– Geralda, (pausa de três segundos) por que você não se mata?

– Sabe qual é o seu problema, senhora? Bosta seca.

– Eu não acuso ninguém. Tu é quem acusa.

– Vamos sair?
– Claro, agora. Quem fala?

– Tou na polícia, fazendo um piquenique.

– O meu adversário diz que eu ando com duas pistolas pra dar tiro no povo. Isto é uma inverdade. E se ele continuar a dizer essas coisas, leva bala.

– Nunca eu disse isso. Quando eu disse foi outra coisa que quis dizer.

– Eu tou sem fala! Eu tou sem fala!

– Não estou vendo ninguém cortando carne.


Mark Tindo não sabe bem o que dizer.

4 comentários:

mind disse...

hehe...
=)

a superlativa disse...

heheheh
a melhor é a da vó!! disparado!

a superlativa disse...

somos poucos a conversar sobre Barthes uh?! rs

enfim... espero que suas fontes estejam certas... semana decisiva..
beeeeeejo!

Gleidson disse...

Ow God what the hell is this, its so incredible!!! No way shut up and die! RSRRSRSRSR FLW AI.