sexta-feira, 3 de abril de 2009

ESCORREGAR E IR RESVALANDO II

Confesso que eu vivo a temer:

Tão grande o amor que me possui, temo que eu possa desaparecer.

Sem comentários: