quarta-feira, 8 de abril de 2009


sabes que espelhos rotos mil
o quanto tens e quem és escondem-te inviril
e que andas sob e sobre o céu
princesinha em tom pastel

pintando de amenos sons esta cidade cruel

mas quando
tudo já ruiu
recolhes o que descaiu
e a esta cidade vil mostras algo belo e bom

Sem comentários: