domingo, 24 de julho de 2011

Resplandece a lua no céu,
Traz de estrelas véu.
Sua face a noite apagou:
À estrela ofuscou.
Desvanece o seu cintilar;
À lua dá-lo-á.
Gorda esfera flutua no ar:
Toda a luz que há.

A lua já o céu deixou
E consigo levou
A noite,
a estrela,
o meu langor,
A saudade e a dor.

A lua sai, a noite cai,
Horas se vão, vigor se vai.
Sabendo que o tempo me esvai,
Eu resto, sobro e estou
Tão
Só.