domingo, 4 de dezembro de 2011

A juventude é a amante mais infiel que há. E ainda assim forjamos a sua saudade, polindo os momentos pra brilharem na História...


1 comentário:

Débora Sader disse...

Gostei! Parabéns pelo blog!

Débora Sader (www.deborasader.blogspot.com)