segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Sou ferrado pelo meu nome. Possui-me um deus que não me dará jamais descanso. E em descaso a dor me adormece, tão doente que já não sei que estou.

2 comentários:

Anónimo disse...

Acho que é o contrário, você que põem o demônio pra dormir e nem percebe.

A.

M. disse...

Acredite: ele vigia mesmo quando durmo. E nos meus sonhos ele continua a perseguir-me. Talvez eu já seja um pouco dele a esta altura.