quarta-feira, 10 de abril de 2013

EU TE AMEI, EU SIM

Eu te amei, eu sim.

Uma vez, há muito.

Mas tu esqueces tudo.

3 comentários:

Anónimo disse...

Esquecer... nunca pareceu tão difícil. Nunca foi tão impossível!

M.Tindo disse...

Então não esqueça.

Anónimo disse...

“Aprendi que a arritmia que sentia com ele era normal!
E que a falta dele é um vazio igual a morte.
Ele é tudo o que eu queria e nunca soube que tive.
Pudesse eu ter lido o futuro...”